Sabores da Minha Infância

Massa de Pizza

Deixe um comentário

Aprenda a fazer o queijo à base de leite de soja, uma receita trazida ao Brasil por um imigrante japonês.

INGREDIENTES:
1 copo de soja
5 copos de água

MODO DE PREPARO:

Os grãos devem ficar de molho por oito horas. Depois, é preciso lavar e moer, o que pode ser feito num liquidificador. Cozinhe a soja moída por uma hora. A mistura que sai da panela deve ser coada. Em casa pode ser usado um pano. É daí, que surge o leite de soja e com ele se faz o queijo. Para isso, o leite tem que ser coalhado. Na fábrica, o empresário Marco Santos usa cloreto de magnésio como coagulante. Mas para a receita caseira, dá uma outra dica. Pode ser usado o suco de um limão.

“Pode ser usado o limão. O processo é o mesmo: cozimento, prensagem, para extrair o leite, e depois, mexe devagar. Eu aprendi que na hora de coalhar, deve-se esvaziar a cabeça. Isso foi um ensinamento do meu professor. Se você estiver pensando em alguma coisa ruim, o seu produto ficará ruim”, alertou Marco .

Deixe em repouso dez minutos. Depois, mexa devagar. E em seguida, despeje tudo numa forma furada e forrada com um pano. Feche o pano e coloque um peso em cima para o soro escorrer. Espere mais 15 minutos. Só então é hora de levar o tofú para uma bacia de água fria, para tirar da forma. Marco ainda coloca em outra de água para que o soro termine de sair.

“Então, é só colocar por cerca de mais uma hora na forminha para acabar de ficar firme, sempre escorrendo a água. Depois, é só embalar e colocar na geladeira. E está pronto para o consumo”, completou Marco.

Na hora de comer, vem o tempero, também à moda oriental, que dá sabor ao queijo japonês.

“O tofú é usado e consumido com molho de soja e gengibre. Quem gosta, também pode usar o cheiro-verde”, orientou Tomiko Tonoue.

Ao passar a herança do tofú para as mãos de um brasileiro o empresário Matao Tonoue parece ter acertado. “Ele aprendeu bem e faz melhor do que eu. Eu sinto orgulho dele”, disse.

Fonte: http://globoruraltv.globo.com/GRural/0,27062,LTC0-4373-324022,00.html

Autor: Celia Rabello

Eu sou Célia Rabello, chef de cozinha tenho um buffet e uma fabrica de massas frescas da cozinha Italiana. Aninha e suas pedras Não te deixes destruir... Ajuntando novas pedras e construindo novos poemas. Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça. Faz de tua vida mesquinha um poema. E viverás no coração dos jovens e na memória das gerações que hão de vir. Esta fonte é para uso de todos os sedentos. Toma a tua parte. Vem a estas páginas e não entraves seu uso aos que têm sede. Cora Coralina

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s